Did you Know?

Mulher Maravilha em números

Depois do filme, e da crítica (podem ler aqui) decidi pesquisar mais sobre o filme “Mulher Maravilha“.

Este é o primeiro filme de super-heróis com uma personagem feminina no protagonismo. Além disso também foi o primeiro com uma mulher na realização.

Este é o segundo que Gal Gadot interpreta a personagem. Em “Batman V Superman: Dawn of Justice“, a Mulher-Maravilha também marca presença.

6 meses foi o tempo de treino num boot camp, liderados por Mark Twight para recriar as cenas das amazonas.

38 localizações e dois países: Inglaterra e Itália onde os atores e a equipa viajou para tornar as cenas de filmagens mais reais.

75º aniversário da personagem Mulher Maravilha foi celebrado com o seu próprio filme live-action.

2000 elementos de produção no filme para criaram mais autenticidade à obra cinematográfica.

CP-MulherMaravilhaReview-ImagemDestaque

Crítica

Mulher-Maravilha

Uma emocionante obra cinematográfica onde o poder feminino prevalece.

Depois da personagem nos ter sido apresentada em “Batman V Superman: O Despertar da Justiça” no ano passado, chegou a altura da Mulher Maravilha ter um filme só seu. Personagem carismática da DC, tem muitos fãs, e já recebeu várias adaptações, mas ainda nada no cinema. O plot principal da história da nossa heroína está espelhado na fotografia com quase 100 anos que Batman descobre. Na foto a protagonista pousa ao lado de combatentes durante a I Guerra Mundial. Antes de ser Mulher Maravilha como é por nós conhecida, era Diana (Gal Gadot) Princesa Amazona de Temiscira, e semi-deusa treinada para ser uma guerreira. O seu mundo muda quando conhece Steve Trevor (Chris Pine) um piloto/espião que lhe explica o terror vivido durante a I Guerra Mundial.

“I will fight, for those who can not fight for themselves”

É com este grito de independência que a jovem guerreira, contra a vontade de sua mãe Hipólita (Connie Nielsen) decide lutar ao lado dos humanos na frente da batalha.

[LER MAIS]

Filmes, Séries

O que de melhor aconteceu no Comic-Con 2016

Chegou aquela altura do ano em que eu queria estar em San Diego para estar presente no Comic Con. Bem, como para já não é possível, acompanho todas as notícias que saem sobre o assunto por aqui. Partilho convosco, as informações e os vídeos do que melhor aconteceu no Comic Con 2016. Para relembrarem o ano passado, cliquem neste link.

Continue reading “O que de melhor aconteceu no Comic-Con 2016”

Crítica

Crítica: Liga da Justiça – Deuses e Monstros

Justice-League-Gods-Monsters-Movie

Título: Justice League Gods and Monsters

Ano: 2015

RealizaçãoSam Liu

InterpretesBenjamin Bratt, Michael C. Hall, Tamara Taylor

Sinopse: Num universo alternativo encontramos uma versão muito diferente de Super-Homem, Batman e Mulher Maravilha, que trabalham fora da lei, são acusados de homicídio e por isso são procurados para serem eliminados.

Justice-League-Gods-and-Monsters-batman

Para quem pensa que os filmes de animação da DC são para crianças, está redondamente enganado. “Liga da Justiça – Deuses e Monstros” prova exactamente o contrário. Não estejam à espera de heróis com consciência justa, neste filme é cada um por si. Numa realidade alternativa, conhecemos um Super-Homem destemido, uma Mulher Maravilha durona e um Batman vampiro. Os três foram excluídos da sociedade devido ao seu comportamento extremo e não são acarinhados pelos cidadãos, como as suas anteriores versões. O trio mesmo assim continua a lutar para livrar o mundo de vilões, mas uma oportunidade perfeita foi encontrada para elimina-los, após serem culpados de um crime.

JusticeLeague_godsCom um ambiente escuro e sombrio, durante o filme compreendemos a história de cada um e o que moldou as suas personalidades. Cada um com um passado difícil, mas necessário de mostrar para o espectador perceber o presente. O enredo foi positivamente bem descrito e o texto bem pensado. Percebemos facilmente os sentimentos de cada um heróis. Podem parecer fortes, mas também já sofreram. Concluindo tenho a dizer que este filme foi uma agradável surpresa e fica o aviso que não é para crianças, devido ao enredo demasiado adulto e sangrento.

O blogue atribui 3,5 estrelas em 5

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2