Crítica: A Vida de um Campeão

A história de amizade entre o seu dono e o cão. Denny é um piloto da Formula 1 e Enzo é um golden retriever. Ambos utilizam as técnicas de corrida para comandar as adversidades da vida.

Título: The Art of Racing in the Rain
Ano: 2019
Realização: Simon Curtis
Interpretes:  Kevin Costner, Milo Ventimiglia, Jackie Minns, Amanda Seyfried…
Sinopse: A história de amizade entre o seu dono e o cão. Denny é um piloto da Formula 1 e Enzo é um golden retriever. Ambos utilizam as técnicas de corrida para comandar as adversidades da vida.

Baseado no livro best-seller com o mesmo título do escritor Garth Stein temos uma história de vida fascinante guiada pela perspectiva de um cão. “The Art of Racing in the Rain” segue a história de Enzo (Kevin Costner), um golden retriever que é acolhido por Denny (Milo Ventimiglia) um jovem piloto de Fórmula 1. Com um forte laço de amizade e protecção, ambos seguem o seu caminho e a paixão pelas corridas e adrenalina. Com altos e baixos a vida continua e a família aumenta, mas Enzo e Denny continuam sempre companheiros. Um drama familiar que cria uma forte empatia com o espectador e que claro que podem contar com momentos emocionantes, mas que transbordam para uma linda história de coragem, força e determinação.

He picked me out of a pile of pups, a tangled mass of paws and tails. He’d stopped at the farm on his way home from the speedway at Yakima. Even back then, I knew I was different than other dogs. My soul just felt more human.

Enzo

Neste filme dramático que explora principalmente os sentimentos das animais e do sentimento que os aproximam dos humanos. Além disso temos uma narrativa emotiva, carinhosa e muito eficaz. Como público conseguimos ficar preso a este argumento que nos aquece o coração, pois apesar de todas as adversidades da vida, ainda existe esperança. O realizador Simon Curtis já nos tinha habituado a histórias de vida interessantes. Exemplos de filmes como A Minha Semana com Marilyn e Goodbye Christopher Robin. Neste conseguiu superar as expectativas também. “A Vida de um Campião” é um filme bonito, bem filmado e com uma história que nos faz chegar às lágrimas, mas também nos transmite conforto. O resultado final eu não estava à espera e conseguiu surpreender bastante. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

Rating: 4 out of 5.
20th Century Studios Portugal

Crítica: Goodbye Christopher Robin

Os bastidores da vida do escritor A.A. Milne e o relacionamento com o seu filho C.R. Milne, enquanto criava as fantásticas histórias de aventuras do ursinho Winnie The Pooh

Título: Goodbye Christopher Robin
Ano: 2017
Realização: Simon Curtis
Interpretes: Domhnall Gleeson, Margot Robbie, Kelly Macdonald…
Sinopse: Os bastidores da vida do escritor A.A. Milne e o relacionamento com o seu filho C.R. Milne, enquanto criava as fantásticas histórias de aventuras do ursinho Winnie The Pooh.

De uma maneira ou outra, todos nós conhecemos o Winnie de Pooh. Aquele ursinho amarelo fofinho que anda de pé e usa uma t-shirt vermelha. A sua história é-nos familiar, das animações bem delineadas da Disney que assistíamos em crianças. Contudo o que poucas pessoas conhecem é a verdadeira história da inspiração desta personagem e dos seus amigos. Baseado no livro de A.A. Milne que se inspirou no seu único filho, Christopher Robin e das suas brincadeiras com os seus peluches no bosque, perto da casa onde viviam em Sussex. Milne sem querer, criou uma das histórias mais acarinhadas pelo público. Depois de sofrer os horrores da guerra, Blue (Domhnall Gleeson) como era tratado A.A. Milne pela família e amigos, decidiu deixar a cidade de Londres e refugiar-se no campo, onde iria escrever um livro para terminar com a guerra. Apesar da falta de sensibilidade para o carinho e amor, esteve durante semanas sozinho com o seu filho, Billy Moon, como era chamado pela família próxima. Apesar da rejeição inicial contra a criança, começou a fazer parte das suas brincadeiras e imaginação. Decidiu escrever todos os momentos de diversão, e criou um livro infantil. O sucesso foi iminente, e o rosto da criança Christopher Robin aparecia em todos os jornais e revistas da época. Reconhecido constantemente na rua, contribuiu para um choque emocional e psicológico na vida da criança. Quando A.A. Milne descobriu os malfeitos da fama na vida do filho, decidiu terminar com tudo. Mas já era tarde demais, todos já conheciam Winnie the Pooh, mais tarde vendido à Disney, ainda hoje é das personagens mais rentáveis da distribuidora, com histórias de nos aquecer o coração.

Nesta obra cinematográfica acompanhamos durante anos os acontecimentos que deu origem à criação do popular urso. Um elenco forte com Domhnall Gleeson, Margot Robbie e um especial destaque para Will Tilston que interpreta o pequeno Christopher Robin. O argumento bem escrito, possibilita-nos entrar novamente no mundo de fantasia da infância, onde sonhar era algo comum diário. Por outro lado conhecemos o lado negro da fama e como isso moldou o futuro dos seus intermediários. “Goodbye Christopher Robin” é um filme bonito, colorido, tal como as histórias do livro.

Muito emocional e humano, este filme reflecte que por muito que queremos ajudar os nossos filhos no futuro, trabalhando, o que eles necessitam na realidade é de tempo com os pais. Relembra-nos do que a vida na verdade e quais são os valores mais importantes que devemos retirar. Uma história sobre família e amor. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

Rating: 3 out of 5.