Crítica

Sabrina A Bruxinha Adolescente

Título: Sabrina the Teenage Witch
Ano: 1996
Realização: Tibor Takács
Interpretes: Melissa Joan Hart, Sherry Miller, Charlene Fernetz, Ryan Reynolds…
Sinopse: Uma rapariga enviada pelos seus pais para ir viver com as tias excêntricas. No seu 16º aniversário descobre que é uma bruxa.

Podia estar aqui a falar-vos da série de televisão, bem conhecida. Mas não. Para já não, porque antes da televisão, “Sabrina a Bruxinha Adolescente” foi um filme. Isso nem todos sabem, e eu também só descobri, porque voltei a rever os episódios. Baseado na banda desenhada de  Archie Comics, Sabrina foi representada em live-action. Interpretada pela atriz Melissa Joan Hart, será sempre Sabrina, tanto no filme como na série de televisão (esta foi a única personagem que se manteve, com excepção da atriz Michelle Beaudoin).

O filme também mantém uma história diferente da série televisiva. Sabrina descobre na mesma os seus poderes de bruxa aos 16 anos, mas num ritual completamente diferente. Além disso, Harvey é o seu melhor amigo, que vive secretamente apaixonado pela protagonista, e não o contrário. Sabrina por outro lado mantém-se interessada por Ryan (Ryan Reynolds) o rapaz mais popular da escola, que tem uma namorada e essa será a sua rival.

Sabrina Teenage Witch-filme-1

O filme é mais direccionado ao público juvenil, contudo com o falta de novas histórias para contar, o enredo foi transformado numa série de televisão. É notório também um baixo orçamento, sendo que a utilização de feitiços é muita escassa, estava à espera de algo mais divertido. A história em si é bastante previsível e não acrescenta nenhuma inovação. Na minha opinião a série de televisão consegue ser bem melhor do que o filme. O blogue atribui 2,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios