Diary

Experimentando…

Desde o filme “Harry Potter e a Pedra Filosofal” que gostava de experimentar os famosos Feijões de Todos os Sabores, uma guloseima do mundo dos feiticeiros. Só recentemente quando fui a Londres é que finalmente consegui essa oportunidade.

 

A marca Jelly Belly fez a excelente escolha em confeccionar os doces que conhecemos em Harry Potter. Os sapos de chocolate, as Lesmas doces e até os Feijões Todos os Sabores. Comprei-os na Hamley’s como falei aqui, uma embalagem pequena. Em Portugal podem encomendar pela Glood uma plataforma online onde podes encontrar todo o tipo de comida de todo o mundo.

A verdade é que são mesmo de todos os sabores: cereja, terra, vómito, canela, mirtílo, ovo podre e até cera de ouvido são alguns dos que podes encontrar.

FeijoesTodosSabores1_beautifulDreams

Bastante coloridos podes divertir-te a experimentá-los. Posso também dizer que até os sabores “menos bons” tem um sabor bastante doce, mas admito que ainda não tive coragem de experimentar o de vómito.

Anúncios
Diary

Londres – Dia 4

Logo pela manhã fomos até ao Palácio de Buckingham ver o Render da Guarda uma tradição com muitos anos, que ainda perdura nos dias de hoje. Não é todos os dias que o realiza, para mais informação consultem o site. Quando chegamos já centenas de pessoas aguardavam no local. A espera foi demorada. Não era bem o que estava à espera e as condições de visibilidade não eram as melhores. Como a manhã já tinha passado, fomos até Piccadilly Circus procurar um sítio para almoçar.
Antes não resistimos em passar pelo Hamley´s, uma das melhores lojas de brinquedos do mundo.
A Hamley´s é mesmo uma animaçã, com seis andares encontramos todos os brinquedos possíveis e imaginários. Achei graça aos funcionários que até eles se divertiam com os brinquedos enquanto apresentam às crianças. De lá só comprei os Feijões de Todos os Sabores de Harry Potter da Jelly Beans (em breve faço review). Bem mais em conta do que os comprados na loja dos Estúdios de Harry Potter.

Londres-Beautifuldreams
Na loja da Lego e no Hamley’s

Fomos almoçar num típico restaurante londrino que servia Fish & Chips, eu escolhi antes uma salada. Passamos ainda pela loja da Nickelodeon, e pela Lego que ficava mesmo perto.
De seguida apanhamos o autocarro e seguimos até ao British Museum. Nunca entrei num museu tão grande. Tive pena de não conseguir ver tudo. Faltava o tempo e a energia. Vi a maior parte do espaço que estava separado pelos mais deslumbrantes tesouros dos continentes. Saímos de lá já eram cinco horas, por isso não houve tempo para visitarmos o London Dungeon que já tínhamos o bilhete que compramos em conjunto com o da Madame Tussaud´s. Ficou para o dia seguinte.

British Museum-Beautifuldreams
British Museum

No último dia em Londres, logo pela manha fomos ver o que nos faltava. Ir ao London Dungeon e visitar de faísca o Science Museum. A primeira atracão foi mesmo fantástica, conhecemos os segredos negros da história londrina: os crimes, as mortes e pestes. Andamos em labirintos onde eramos frequentemente abordados por atores e muitos sustos apanhamos. Uma experiência muito divertida. Como demorou quase  3 horas, ficamos perdidos nas horas. Só conseguimos estar no Science Museum uns 15 miutos. Era outro museu grande, e bem composto. Ás 3 horas tínhamos que estar na porta do hotel para apanhar a nossa boleia até ao aeroporto.

Londres-Beautifuldreams
Vista geral de Londres

Resumindo, adorei a experiência de visitar as Terras de Sua Majestade, pois era algo que queria fazer há imenso tempo. Não deu para ver/fazer tudo, mas grande parte da lista consegui.

Diary

Warner Bros Estúdios Harry Potter

Como sabem, para quem segue o blogue eu sou mega fã de Harry Potter. Faço parte da geração Potterhead e posso dizer que fui muito feliz com isso. Como tal a paragem nos Estúdios de Harry Potter em Londres era obrigatória. Para quem não conhece, é lá nos Estúdios Warner Bros em Leavesden que estavam instalados os vários departamentos de produção e onde foram filmadas várias cenas  dos filmes.

Depois de uma enorme fila para entrar lá conseguimos a nossa oportunidade. À entrada em grupo somos encaminhados para uma sala de cinema onde o trio de atores Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint nos explicam um pouco da magia das filmagens de Harry Potter e dos seus 10 anos em gravações. Enquanto o ecrã levanta-se somos contemplados com a entrada para o Grande Salão.

Estudios Harry POtter-1

Aí começa a sério a nossa visita. O grande salão, o mesmo utilizado durante os filmes é mesmo majestoso, aí contemplamos as várias casas da escola: Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff. Depois entramos novamente noutro gigante salão onde podemos encontrar reconstruções da sala de poções, a sala comum, dormitório dos rapazes, Floresta Negra, e vários artefactos do filme, assim como guarda-roupa e perucas utilizadas pelos atores. Enquanto assistimos ao museu, conhecemos também a história de toda a produção Harry Potter. Nesta zona também temos a experiência de andar de vassoura, com um pequeno vídeo que fazem em ecrã verde. Conhecemos também o expresso 9 e 3/4 onde podemos entrar e conhecer as suas carruagens.

Estudios Harry POtter- 2

A chegada ao exterior é mantida por um bar, onde podemos beber a famosa ButterBeer, ou Cerveja de Manteiga. Aproveitamos também para almoçar, que após grandes caminhadas é necessário repor energias. Obviamente tinha que provar. Aí conhecemos Privet Drive, o Autocarros dos Feiticeiros, a Mota do Hagrid e a ponte da escola de magia.

Estudios Harry Potter-3

De seguida entramos nos departamentos mais técnicos da produção e dos efeitos especiais, onde conhecemos como são criadas as personagens e acessórios mais incríveis. Seguimos para Diagonally e para a sala dos esboços onde conhecemos a famosa maquete do castelo. Depois saímos pela loja onde pudemos optar por 1001 coisas relacionadas com Harry Potter.

Esta é realmente uma viagem única para qualquer fã. O que achei que devia ser melhorado é o preço da cerveja que é um exagero, comparando com o sabor e receita. E ruas como Diagon Alley e cenas do filme como áreas do castelo deviam ser totalmente recriadas na sua totalidade para uma experiência melhor. Como já estive na Disney, sei bem do que são capazes e nos Estúdios Harry Potter deviam fazer o mesmo. O merchandising na loja também havia de ser mais diversificado a nível de recordações, existe é muitos brinquedos, produtos que para a minha idade não tem interesse.

Estudios Harry Potter-4

O melhor é que podemos andar à vontade em todas as salas e tirar fotografias a tudo. Não à pressas nem correrias. É um espaço familiar e muito bem aproveitado. A zona de piqueniques é uma excelente ideia  pois podemos levar comida de casa o que torna tudo muito mais prático. O espaço é muito didáctico e podemos aprender muito sobre como fizeram todos os filmes.

Querem acompanhar a minha aventura em Londres? Descobre o que eu fiz no Dia 1 e no Dia 2.

Diary

Londres Dia 2

No segundo dia já tínhamos um objectivo visitar a cidade e os seus monumentos mais emblemáticos. Logo pela manhã fomos a pé, do hotel até ao Museu Madame Tussauds (20 min.) como compramos os bilhetes online, fomos poupados da enorme fila que já se encontrava na entrada. Juntamente com um grupo subimos o elevador e já estávamos na carpete vermelha juntamente com as estrelas de Hollywood. Foi a altura de tirar a câmara do bolso e upa, upa começar com fotos, fotos e mais fotos. Tirei fotos com todas as figuras de cera que lá estavam. Passamos pela zona da moda, do desporto, personagens ficcionais, história, Sherlock Holmes, líderes políticos, heróis da Marvel e por último Star Wars. Madame Tussauds é mesmo um museu que vale a pena visitar, bastante divertido e podemos estar por lá à vontade.

Madame Tussauds-Beautifuldreams
No Madame Tussaud’s

Depois do museu, fomos até Baker Street, ao número 221B, conhecido por todos como a casa de Sherlock Holmes. Tem lá um museu, mas não fui, a entrada não era em conta. Assim gastamos uma manhã e fomos almoçar. O Pret a Manger está para Londres como o McDonald’s está para Portugal. Uma variedade completa de sandes, sopas, bebidas quentes e pastelaria. Almoçamos uma sande e salada rápida e continuamos a nossa visita.

Tower Bridge-Beautifuldreams
Tower Bridge

Apanhamos o autocarro Hop-On Hop-Off, daqueles autocarros que nos deixa nos locais de interesse e fomos até ao centro de Londres. Depois de passarmos o palácio de Buckingham, Coca-Cola London Eye, Big  Ben, House of Parliament, Westminster, fizemos a nossa primeira paragem em St Paul Cathedralm, igreja onde casou a Princesa Diana. Lanchamos nesse local e fomos a pé até à Tower of London, passando a Tower Bridge. Nesse local apanhamos o barco (estava incluído com o bilhete de autocarro) e conhecemos a história de Londres pelo rio Tamisa. Saímos em Westminster e aí conhecemos todos esses monumentos que rodeiam o espaço. Não entramos, porque o preço não é muito acessível. Para o jantar fomos a um restaurante grego. A cozinha mediterrânea apresenta um sabor mesmo divinal, optei pela escolha de frango grelhado com arroz de legumes e molho de iogurte.

Brevemente explico o roteiro do Dia 3.

Diary

Viagem a Londres – Dia 1

Londres era a minha segunda cidade de sonho, depois de Paris. Como já cumpri a vontade de ir à cidade da luz em 2015, este ano aquando a escolha das férias, Londres foi a nossa opção. Sherlock Holmes, Harry Potter, Senhor dos Anéis, o berço de grandes histórias que me fascinaram. Percorri a cidade durante 5 dias, e mesmo assim não consegui visitar tudo. A enormidade do local é fascinante, assim como a quantidade de pessoas de andam por lá.

O primeiro dia metade foi gasto em viagens e transportes. Do aeroporto Heathrow a Victoria Station, onde andei de comboio (um conselho: são mesmo muito caros) e até ao hotel, optamos pelo uso de autocarro (sim, aqueles vermelhos de dois andares). Chegamos ao hotel já passava da hora do almoço, então deixamos as malas no quarto e partimos à aventura. Encontramos um restaurante italiano e paramos por ali. A minha massa à bolonhesa foi necessária para recarregar as baterias. Como estávamos num país novo, surgiu-nos algumas dúvidas. Pagamos gorjeta ou não? Será que se utiliza por aqui? A verdade que nãos são bem certos sobre o assunto, existem restaurantes que respeitam essa política, outros não. O italiano pelos vistos não, mas mesmo assim, cedemos à gorjeta de 10% sobre o valor do almoço.

Londres Dia 1_BeautifulDreams
Estátua da Rainha Vitória e no fundo o Palácio de Kensington

A seguir esperava-nos um dia de muita caminhada. Atravessamos o Hyde Park, o vasto jardim, mesmo no coração de Londres, e fomos até ao Museu Nacional de História Natural que é imensamente gigante. Contudo é bastante divertido e melhor ainda é gratuito. Conhecemos um pouco sobre a vida do homem, a vida animal, a astronomia, dinossauros e geologia. Ainda íamos ao Museu de Ciência que é mesmo ao lado, mas estava fechado. Um problema lá: os museus fecham todos por volta das 17 horas. Por um lado até foi bom, já não sentia as pernas de tanto andar. Como já estava estava na hora aproveitamos e fomos jantar. Pizza Hut foi a escolha. Pedimos uma sopa, e acreditem não é nada como as nossas, e uma pizza. Por erro enganaram-se no pedido e trouxeram uma super-picante. O que melhorou a situação foi as saladas self-service que propõe onde podemos escolher o que quisermos, quantas vezes quisermos. Aproveitei também para experimentar as várias Pepsi de sabores que lá tem: Pepsi de Cereja, Baunilha, Lima e Morango. São boas, mas na minha opinião muito doces. Este foi o primeiro dia, a seguir conto o segundo dia.

Londres Dia 1 - BeautifulDreams
Museu de História Nacional – Reconstrução óssea de um dinossauro