Crítica

Elizabeth – A Idade de Ouro

Título: Elizabeth: The Golden Age
Ano:2007
Realização: Shekhar Kapur
Interpretes: Cate Blanchett, Clive Owen, Geoffrey Rush…
Sinopse: Uma Rainha Elizabeth mais madura, enfrenta novamente uma crise no seu reino com a ameaça dos cristãos espanhóis e desapontamentos amorosos.

O filme biográfico da Rainha Elizabeth continua com esta segunda parte. Desta vez explicando acontecimentos históricos que marcaram o seu reinado. Depois da difícil subida ao trono de Elizabeth, uma jovem mulher que não estava preparada para ser Rainha (crítica do filme podem ler aqui), está agora mais madura. Considerada a Rainha Virgem, não aceita pretendentes, mas comanda com punhos de ferro a monarquia inglesa. Mantém de perto aqueles em que confia, mas a chegada de Sir Walter Raleigh (Clive Owen) veio abalar o círculo de confiança. Pirata sedutor, consegue receber toda a atenção da rainha, que apesar de conhecer as suas intenções, deixa-se levar pelos jogos de carinho e sedução.

2007_elizabeth_the_golden_age_002

Amada e odiada, a Rainha Elizabeth tornou-se das mais reconhecidas rainhas devido à sua força e determinação. O seu povo eram os seus filhos. Mesmo com o inimigo espanhol, o Rei que a criticavam pela sua religião protestante, e com a ameaça da prima a Rainha Mary da Escócia, Elizabeth conseguiu manter o seu posto de governante suprema.

Cate Blanchett brilha novamente como Rainha, num papel escolhido mesmo para a atriz. A sua interpretação vivaz de Elizabeth é dos pontos fortes do filme. O realizador Shekhar Kapur volta a criar um mote às cores na sua cinematografia. As cores vibrantes dos vestidos, plumas, cenários e ambientes envoltos criam um espectáculo apelativo de assistir. A nível de argumento, este filme não se tornou tão eficaz como o seu antecessor, e é neste aspecto que mantém o seu ponto mais fraco. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Recomendação: Livro “Isabel I – O Médico Português da Rainhda” – COMPRAR na WOOK

Anúncios
Crítica

Elizabeth

Título: Elizabeth
Ano: 1998
Realização: Shekhar Kapur
Interpretes: Cate Blanchett, Geoffrey Rush, Christopher Eccleston
Sinopse: Um filme sobre os primeiros anos do reinado da rainha Elizabeth I de Inglaterra e as suas dificuldades na aprendizagem de ser uma monarca.

A rainha Elizabeth I sempre foi menosprezada desde o seu nascimento. O pai, o rei Henrique VIII queria um filho varão, e a mãe, Ana Bolena foi decapitada e acusada de traição. Após a morte do seu pai, foi a sua meia irmã mais velha que subiu ao trono. Mary era uma cristã fervorosa e culpava Elizabeth pelos males do país, uma Inglaterra fragilizada, em guerra e com a fé dividida. Mary aprisionou Elizabeth para acusa-la, mas não durou muito. Elizabeth como única descente, subia ao trono em 1558. Neste drama histórico, o realizador paquistanês Shekhar Kapur explora os primeiros anos de reinado daquela que chamaram “A Rainha Virgem”, sendo uma das monarcas mais emblemáticas da Inglaterra.

Elizabeth-1

O papel foi adequado perfeitamente a Cate Blanchett, que conseguiu notoriedade neste filme. Prevalecendo as suas qualidades de atriz. “Elizabeth” apresenta uma verdade real, sem tabus de uma época que não era de contos de fadas. Se não fosses fiel à monarquia, pagavas por isso. As dificuldades sociais também foram expostas abertamente neste filme. Não se podia confiar em ninguém, e apesar de todos se apresentarem contra a majestade, facilmente se renderam ao seu poder feminino, consagrando-se na rainha que não precisava de nenhum homem, nem para governar. Nesta obra cinematográfica indicada para 7 Óscares da academia relata também os acontecimentos verdadeiros da disputa entre Inglaterra e a Escócia. Concluindo esta obra está bem concebida historicamente e por tal motivo conseguiu uma sequela com “Elizabeth: Golden Age” (2007). O blogue atribui 4 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2