Crítica: Cronicas de Natal

Esta é a história de dois irmãos. Kate e Teddy Pierce que realizam um plano para apanhar em flagrante o Pai Natal em câmara. Mas a noite da véspera de Natal torna-se algo que nunca imaginariam ser possível.

Título: The Christmas Chronicles
Ano: 2018
Realização: Clay Kaytis
Interpretes: Kurt Russell, Darby Camp, Judah Lewis…
Sinopse:  Esta é a história de dois irmãos. Kate e Teddy Pierce que realizam um plano para apanhar em flagrante o Pai Natal em câmara. Mas a noite da véspera de Natal torna-se algo que nunca imaginariam ser possível.

O Natal está aí à porta e só nos apetece ver filmes natalícios para entrarmos no clima. Nada melhor do que este filme da Netflix, “As Crónicas de Natal” para o efeito. Uma história sobre magia, família, amor e sobre o acreditar em nós próprios que é o principal. Numa busca em descobrirem o Pai Natal, dois irmãos: Katie e Teddy decidem filmá-lo ao entregar as prendas. Claro que conseguem entrar à socapa no trenó do Pai Natal e vivem com ele uma aventura quando tentam salvar o Natal e entregar as prendas aos restantes meninos com a ajuda das renas e dos duendes.

Esta é uma comédia carinhosa e muito simpática sobre o milagre desta época natalícia. Kurt Russel é o Pai Natal, numa versão mais moderna e sexy (adorei o que fizeram com a sua roupa) e atual desta personagem que sempre a imaginamos como querida e com certas limitações. Gostei de saber que este Pai Natal também consegue ser vocalista de uma banda de rock.

Can’t you just wave your hand, and like, Jedi mindtrick the cops?

I’m Santa Claus, Teddy, not Yoda.

Teddy e Santa Claus

Concluindo este é um filme divertido indicado para quem é um christmas lover e indicado para toda a família. Além disso o final do filme é um murro de nostalgia e uma enorme surpresa. O segundo filme já foi confirmado para 2020. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

Rating: 3 out of 5.