Roteiro Itália: Veneza Dia 5 e 6

Roteiro de Viagem a Veneza Dia 5 e 6.

Depois de Florença, rumamos a Veneza. Na minha opinião o lugar mais mágico e lindo, a melhor forma de terminar em beleza a viagem. Depois de duas horas e meia de comboio entre Florença-Veneza, procuramos o hotel. Atravessamos o Grande Canal e rapidamente chegamos ao hotel. Como estava perto da hora do almoço, aproveitamos para pousar em algumas fotos e encontramos um restaurante de pizzas. Além de uma gigante fatia de pizza, pedi um Spritz, a bebida típica de Itália, é alcoólica, docinha e muito fresquinha.

Roteiro Veneza-BlogBeautifulDreams (4)
Cada esquina é ótima para uma boa fotografia

Caminhamos mais um pouco para conhecer a bela cidade veneziana. É fácil nos perder por Veneza, mas também facilmente encontramos o caminho de volta. Entre ruas e vielas, caminhamos sem destino e em cada lugar encontramos sempre algo de novo. Lojas com belas mascaras venezianas expostas, símbolo marcante do conhecido Carnaval de Veneza (comprei uma máscara, mas não artesanal). O calor era intenso, mas suportável, boa altura para comer um gelado com sabor a melancia. Entramos também em várias igrejas, referências da cidade. Apesar de ainda ficar a 30 minutos a pé do hotel, e os pés quase não conseguirem mais, arriscamos e fomos até à Piazza San Marco. Ao pôr-do-sol é linda. A zona mais cara da cidade, está também rodeada pelas lojas das marcas mais luxuosas. Saímos dessa zona mais movimentada e procuramos um restaurante para jantar.

Roteiro Veneza-BlogBeautifulDreams (2)
Ravioli – Pão de Alho – Rissotto

O sítio onde mais caro que pagamos, mas com a comida mais maravilhosa. Um risotto e um ravioli. Depois de um primeiro dia a explorar esta maravilhosa cidade, no dia seguinte esperava-nos outra aventura.

Acordamos cedo e tomamos o pequeno-almoço no jardim do hotel. Um relax total, é bom apreciar estes pequenos momentos da vida. Depois de bem nutridos fomos novamente até à piazza San Marco para uma excursão. Com o tempo mais limitado, conhecemos curiosidades sobre a sociedade veneziana, os costumes, habitações e tradições, enquanto descobríamos Veneza.

Ficamos na enorme fila para conhecer a Basílica de St Mark, a entrada é gratuita, mas é necessário uma pequena quantia de 2€ que quisermos conhecer o tesouro da igreja e outros preços para o museu e vista panorâmica. Tudo paga-se. Como no dia anterior compramos o passe Veneza Unica, onde nos possibilitava conhecer 3 museus e 3 igrejas pelo preço de 21,90€. Decidimos então visitar o Palazzo Ducale ou Palácio Doge. A fila era enorme e não era possível utilizar o direito ao sem-filas que recebemos do passe. Esperamos quase uma hora para entrar no museu, o pior que tudo é que não nos podíamos sentar em lugar algum, nem no chão. Um sacrifício que tive de suportar.

Roteiro Veneza-BlogBeautifulDreams (3)
Vista geral da Piazza San Marco

O museu era mesmo interessante. Salas de julgamento com um valor arquitectónico sem igual, e ainda conseguimos atravessar a ponte dos suspiros. Ponte conhecida por ser o último local em que vários condenados atravessavam momentos antes de ouvirem o verídico final. Também foi possível visitar as masmorras onde os prisioneiros eram mantidos, assim como o pátio com o único local ao ar livre.

Como sobremesa do almoço, tive de experimentar o doce típico da zona, o tiramisú. Posso dizer que foi o melhor que já comi em toda a minha vida. Durante a tarde demos mais uma caminhada por Veneza para mais algumas fotos. Já quase ao final do dia, visitamos o Museu Correr.

Roteiro Veneza-BlogBeautifulDreams (5)
Vista panorâmica de Veneza

Na excursão conhecemos um segredo. É possível ter uma vista panorâmica da cidade, gratuitamente, num shopping, Fondaco dei Tedeschi, perto da Ponte Rialto. Subimos até ao último andar et voilá, uma paisagem linda sobre a cidade.

Já que fomos a Roma e não vimos o Papa, não podíamos ir a Veneza e não andar de gôndola. Existem vários pontos de embarque para esta passeio típico veneziano. Um grande negócio sem dúvida devido ao preço exorbitante. São 80€ por passeio de 30 minutos e máximo de 6 pessoas. Enquanto percorremos os canais de Veneza, o gondoleiro explica curiosidades desta cidade aquática, mas não canta. Um dos pontos mais altos da viagem, sem dúvida.

No último dia de viagem, aproveitamos para acordar lentamente e aproveitar o que não tivemos tempo de fazer nos outros dias. Fazer as compras de última hora com recuerdos e experimentar as doçarias típicas. Além disso ainda tive tempo para fazer uma pedicure com peixes (há muito que queria experimentar). Às 16h tínhamos hora marcada no cais do hotel. Um barco-táxi (sim, porque lá o único meio de transporte possível é mesmo o barco) era o transporte para o hotel. Depois de uma viagem de 40 minutos, conseguimos ver a cidade de outra maneira e foi um excelente despedida, chegamos ao aeroporto de Veneza. Aproveitamos bem o tempo que estivemos em Itália e adoramos cada minuto.

Vídeo da Vigaem

Roteiro Itália: Florença Dia 3 e 4

Roteiro da Viagem a Itália. Dia 3 e 4 em Florença.

Partimos de Roma logo pela manhã, apanhamos o comboio  para Florença. A viagem é cerca de uma hora e meia. Chegamos a Florença e dirigimo-nos ao hotel. Lá foi explicado os principais pontos de referência da cidade. Deixamos as malas e rumo ao destino mais longe do mapa. Queríamos visitar a Piazzale Michelangelo, que apresenta uma vista panorâmica da cidade inteira. O caminho para lá foi longo e o calor era demais, mas conseguimos. Antes ainda passamos Basílica de San Miniato al Monte o ponto mais alto. Lá existe um pequeno cemitério com grandes nomes florencenses, é o caso de Carlo Collodi (criador do Pinóquio) o mais conhecido, mas também políticos, pintores e escritores. À chegada da praça ficamos deslumbrados com tanta beleza, a vista é mesmo extraordinária. Um conselho: ver o pôr-do-sol naquele local é um serão obrigatório.

Depois descer do topo para a cidade. Paramos para almoçar num astoria (restaurante de vinhos) uma pizza. Mesmo na porta ao lado estava uma gelataria com as melhores referências do TripAdvisor e decidimos experimentar. Sabores de manteiga de amendoim, laranja, coco e chocolate. Caminhamos até ao centro da cidade pelo rio. Chegamos à ponte Vecchio, famosa pela venda de ouro de um lado ao outro. Mas nem sempre fora assim. Na época renascentista dos Médici, aquela era uma ponte importante que ligava Florença com outros locais, contudo ali só se comercializava carne. Os talhantes da época enchiam a rua com o seu negócio. O desagrado dos Médici era tanto que com o seu poder comercial expulsaram os talhantes daquele local e criaram um espaço para a venda de ouro, até aos dias de hoje.

Florença-BlogBeautifulDreams (3)
A ponte Vecchio

Como estamos em Florença e devemos ver museus, entramos no Palazzo Vecchio, espaço onde foi filmado o filme “Inferno“. No espaço é possível encontrar grandes obras de Donatello e rosto de Dante. Subimos à torre também, onde provavelmente prendiam os condenados, devido às celas encontradas enquanto subíamos as apertadas escadas. Passamos pela Capela dos Médici, onde estão lá sepultados 49 membros da família, mas não entramos. O mesmo aconteceu com a Basílica de Santa Cruz onde estão sepultados Michaelangelo e Galileu Galilei. Tudo em Florença paga-se e por isso é preciso sermos mais selectivos nos museus que visitamos.

Florença-BlogBeautifulDreams (5)
Vista panorâmica da cidade

A caminho do hotel encontramos por coincidência a famosa estátua do javali no mercado. O chamado de Mercato del Porcelli tem uma mascote, a estátua de bronze de um javali. Segundo a lenda, quem lhe tocar no focinho receberá a sua sorte, e se lhe colocarem uma moeda na boca e esta cair certinha no buraco, essa pessoa terá sorte, se não, tal não irá acontecer. Este é um ponto turístico interessante. O calor neste dia foi o mais difícil de suportar. Neste dia também foi o único que choveu, ainda bem que já estávamos no hotel. A chuva passou e fomos jantar ao restaurante La Cantinetta Osteria con Cucina. Escolhi um ravioli e estava uma verdadeira delícia.

No dia seguinte após um excelente pequeno-almoço, partimos numa excursão. Num autocarro fomos visitar novamente a Piazzale Michelangelo, onde ficamos a conhecer a história daquele espaço. Depois entramos na Galleria de la’ Accademia, um espaço utilizado como escola e frequentado por Michaelangelo. Lá podemos vislumbrar a fantástica obra-prima David, uma escultura com 5 metros de altura. Depois da visita guiada, fomos almoçar. Decidi experimentar o Hard Rock Café do local. A bebida de verão era excelente e soube mesmo bem, experimentei a hambúrguer clássica, estava tudo bom, excepto as batatas fritas, demasiadamente salgadas e indigestas. Contudo o espaço era agradável. De tarde era necessário ter forças pois íamos subir os 414 degraus do Campanário de Giotto.

Florença-BlogBeautifulDreams (4)
Fotografia da vitória da chegada ao final dos 414 degraus do Campanário

Visitamos o Museu de Santa Maria del Fiore, com as obras originais que já não podem estar na basílica para não deteorizarem-se. Lamentavelmente não conseguimos visitar o Batistério de São João, porque estava em obras, mas subimos o Campanário. Foi doloroso, mas conseguimos após muito esforço, e a vista vale a pena. Depois da visita completa pela cidade fomos lanchar, e descansar. Aproveitar a cidade enquanto ali estávamos. Fomos jantar a um local perto da estação de comboios. Optei por uma salada César, mas sabor a vinagre era muito forte. Amanhã esperava-nos outro dia noutra cidade, Veneza.

Hotel Adler Cavalieri

Roteiro Itália – Roma Dia 1 e 2

Roteiro Viagem a Itália. Dias 1 e 2 em Roma.

As férias para este ano, já há muito estavam planeadas. Depois de no ano passado decidir-mos visitar Londres (podem ver aqui) este ano optamos por outro país da Europa, Itália. Combinamos com a agência e escolhemos um roteiro de Roma – Florença – Veneza, assim também conhecemos outras cidades. Acordamos de madrugada e a parte mais chata foi a escala que tivemos de fazer entre Porto-Lisboa e por fim a chegada a Roma. Chegamos finalmente à hora meio-dia local e fome já apertava, depois de deixarmos as malas no hotel reservado, mudei logo de roupa para algo mais fresco,  o calor nestes dias foi imenso, acreditem estava-se melhor nos estabelecimentos comerciais do que na rua. Procuramos logo por um restaurante, pois já passava da hora de almoço, pastas, pizzas e gelado, esperavam por nós.

Após almoçar uma excelente massa à carbonara e um gelado de trufas, seguiu-se um expresso (assim é o nome de café curto em italiano). De câmara na mão e sapatilhas nos pés, começamos a explorar. Estávamos mesmo perto do magnífico monumento Coliseu. Ao primeiro domingo do mês não se paga, por isso tivemos sorte. Apesar de a fila estar um pouco confusa à entrada, conseguimos ir para o local certo. Tenham atenção, não se deixem enganar. Perto do Coliseu são várias as empresas com guias turísticos que querem levar a melhor. Indicando que a espera para entrar é de duas horas e se comprássemos o passe deles, entravamos logo. Mas na verdade não foi assim, só demoramos cerca de 25 minutos na fila. Por isso pensem bem, antes de comprar.

Roteiro Roma1-blogbeautifuldreams
No Coliseu

O Coliseu é enorme e conseguimos estar por lá à vontade. Subimos ao primeiro andar para uma vista mais panorâmica. Apesar de estar maioritariamente em ruínas, o Coliseu ainda continua a ser magnífico, e após sabermos as fantásticas histórias que ali tem para contar. O calor estava quase insuportável, e o que nos valeu foi o stock de água que levávamos. A sorte é que nesta cidade conseguimos encontrar várias fontes com água potável pelos locais turísticos e é totalmente gratuito. Só tivemos conhecimento desta informação, no dia seguinte, então neste dia ainda compramos água a um indiano.

Depois do Coliseu e muitas fotos, dirigimos-nos à outra grande área, ao Palatino e Fórum Romano. Mesmo ao lado, não foi preciso andar muito. Muitas ruínas vimos, mas percebemos que cada pedra daquelas conta uma história. Arquitectura, Estátuas, Fontes, Monumentos, os antigos romanos foram uma civilização mesmo grandiosa e fiquei mesmo empolgada de conhecer ao vivo esta parte da História. Foram precisas cerca de quatro horas para conseguirmos ver tudo, e algumas partes foi de uma visita muito rápida, pois os pés já não aguentavam mais quilómetros.

Em Roma, em todos os locais existe animação. Música pelo ar, ritmos e sons de jazz, estátuas vivas e pessoas mesmo com talentos de rua. Depois da visita e fotos em algumas grandes praças e fontes, chegamos a uma das principais. Piazza Navona. Cheia de pessoas, deu para descansar um pouco. Decidimos jantar na praça do Panteão, que só me dei conta muito depois. Jantei uma pizza no Ristorante Night and Day. Estava boa, contudo prefiro as pizzas portuguesas, oferecem uma variedade melhor de ingredientes. Um conselho: se quiserem poupar na viagem: as bebidas nos restaurantes são muito elevadas, o mais económico é mesmo comprar uma garrafa de água de 1l e dividir. A sobremesa só podia ser um gelado e daí escolhemos um espaço de rua muito apelativo com uma diversidade de sabores.

Roteiro Roma-blogbeautifuldreams
Jantar: Pizza

Depois do jantar estávamos a caminho da Fontana di Trevi, conhecida pelo filme “La Dolce Vita“, uma referência de passagem obrigatória. A fonte mesmo de noite é linda, toda iluminada, foi difícil conseguir vez para atirar a moedinha. Depois de muitas fotografias, tive de deixá-la, amanhã iria visitá-la novamente.

No segundo dia em Roma, marcamos uma excursão, para conhecer “Roma Barroca“. Apesar de ser em espanhol foi muito fácil acompanhar. Ter um guia a explicar-nos a história dos locais é bem mais interessante, assim ficamos a conhecer melhor o local e é uma experiência mais completa e interessante. No Largo Argentina, com ruínas romanas, conhecemos a história de como Júlio Cesár foi assassinado naquele mesmo local. Sempre a caminhar a pé, chegamos à Piazza Navona (que já conhecia) mas que desta vez a guia explicou o verdadeiro significado das estátuas. Seguimos até à Igreja de San Luigi dei Francesi onde conhecemos as obras grandiosas de Caravaggio, um aprendiz de Miguel Ângelo.  A próxima paragem foi o Panteão, que desta vez conseguimos entrar. Um espaço religioso, onde pudemos encontrar o túmulo de Rafael, que desejou ser ali sepultado. Na igreja barroca San Ignazio Di Loyola percebemos que foi pintada um cúpula falsa no seu interior, na altura devido à falta de dinheiro, mas hoje é considerado uma obra de arte e uma fantástica ilusão de óptica. O penúltimo sítio visitado foi a Fontana de Trevi e por fim terminamos a nossa excursão na Praça de Espanha, onde a guia contou-nos divertidas curiosidades.

Roteiro Roma2-blogbeautifuldreams
Na linda Fontana di Trevi

O meu esforço foi enorme, mas consegui subir todas as  escadas que dão acesso à Trinità dei Monti. Visitamos apenas pela entrada, oos jardins Borghese. Foi o único sítio que não conseguimos visitar e descemos a praça até à Via del Babuino. Procuramos um sítio para almoçar. Encontramos um restaurante agradável, Spontini. A pizza estava muito boa, excepto uma situação, o forte tempero de queijo que estava um exagero (principalmente para mim que não sou uma cheese lover).

Seguimos a pé para o Vaticano, antes ainda passámos pelo Castelo S’Angelo. Sempre em frente até à Praça de São Pedro (que na televisão parece bem maior), perdidos no meio de tantas pessoas, lá conseguimos o caminho para o Museu do Vaticano. Um conselho: Sempre ouvi dizer que as filas são enormes para entrar, mas naquele dia tivemos sorte, só esperamos cerca de 10 minutos para sermos atendidos, porque fomos quase na altura de fechar as bilheteiras, faltavam 30 minutos para as 16h que é quando fecham. O preço é um pouco excessivo (17 euros), mas conseguimos ver toda a colecção do Vaticano e ainda a Capela Sistina (vale mesmo a pena, é linda e tal como imaginei). A Basílica de São Pedro é enorme e grandiosa, repleta de grandes obras importantes, como a Pietá, este é outro ponto que merece ser visitado.

Roteiro Roma5-blogbeautifuldreams
Pietá

Depois de umas horas a visitar o máximo possível, fomos comprar recordações e lanchar à sombra, ainda tínhamos uma longa caminhada de volta ao hotel. Passamos por um Museu de Cera e decidimos ir espreitar, não era tão apresentável como o Madame Tussauds, mas deu para dar umas valentes risadas. Procuramos um sítio para jantar (já não sei o nome) mas jantei uma salada mediterrânea. A sobremesa só podia ser um gelado. Amanhã esperava-nos outro grande dia, a caminho de uma nova cidade, Florença.

Hotel Atlantico

Viagem a Londres – Dia 4

Roteiro e Sugestões do 4º Dia de Viagem em Londres

Logo pela manhã fomos até ao Palácio de Buckingham ver o Render da Guarda uma tradição com muitos anos, que ainda perdura nos dias de hoje. Não é todos os dias que o realiza, para mais informação consultem o site. Quando chegamos já centenas de pessoas aguardavam no local. A espera foi demorada. Não era bem o que estava à espera e as condições de visibilidade não eram as melhores. Como a manhã já tinha passado, fomos até Piccadilly Circus procurar um sítio para almoçar.
Antes não resistimos em passar pelo Hamley´s, uma das melhores lojas de brinquedos do mundo.
A Hamley´s é mesmo uma animaçã, com seis andares encontramos todos os brinquedos possíveis e imaginários. Achei graça aos funcionários que até eles se divertiam com os brinquedos enquanto apresentam às crianças. De lá só comprei os Feijões de Todos os Sabores de Harry Potter da Jelly Beans (em breve faço review). Bem mais em conta do que os comprados na loja dos Estúdios de Harry Potter.

Londres-Beautifuldreams
Na loja da Lego e no Hamley’s

Fomos almoçar num típico restaurante londrino que servia Fish & Chips, eu escolhi antes uma salada. Passamos ainda pela loja da Nickelodeon, e pela Lego que ficava mesmo perto.
De seguida apanhamos o autocarro e seguimos até ao British Museum. Nunca entrei num museu tão grande. Tive pena de não conseguir ver tudo. Faltava o tempo e a energia. Vi a maior parte do espaço que estava separado pelos mais deslumbrantes tesouros dos continentes. Saímos de lá já eram cinco horas, por isso não houve tempo para visitarmos o London Dungeon que já tínhamos o bilhete que compramos em conjunto com o da Madame Tussaud´s. Ficou para o dia seguinte.

British Museum-Beautifuldreams
British Museum

No último dia em Londres, logo pela manha fomos ver o que nos faltava. Ir ao London Dungeon e visitar de faísca o Science Museum. A primeira atracão foi mesmo fantástica, conhecemos os segredos negros da história londrina: os crimes, as mortes e pestes. Andamos em labirintos onde eramos frequentemente abordados por atores e muitos sustos apanhamos. Uma experiência muito divertida. Como demorou quase  3 horas, ficamos perdidos nas horas. Só conseguimos estar no Science Museum uns 15 miutos. Era outro museu grande, e bem composto. Ás 3 horas tínhamos que estar na porta do hotel para apanhar a nossa boleia até ao aeroporto.

Londres-Beautifuldreams
Vista geral de Londres

Resumindo, adorei a experiência de visitar as Terras de Sua Majestade, pois era algo que queria fazer há imenso tempo. Não deu para ver/fazer tudo, mas grande parte da lista consegui.

Viagem a Londres – Dia 3

Roteiro e Sugestões do 3º Dia de Viagem em Londres

O dia 3 em Londres foi mesmo um especial para realizar sonhos. Isso mesmo correu tudo na perfeição. Para a manhã tínhamos combinado visitar os Estúdios Harry Potter (podem ler tudo aqui). Ás 11.15h à porta do hotel recebemos a nossa boleia. Até aos estúdios que fica na outra ponta da cidade são cerca de 40 minutos de carro. Não pensava que a visita ia demorar tanto, mas mesmo assim conseguimos fazer o planeado para o resto do dia.

Depois de chegarmos ao hotel apanhamos o subway até Piccadilly Circus. Zona mesmo movimentada de lojas e muita animação. Todo o entretenimento pode ser encontrado ali. Procuramos apressadamente um local para jantar. Até que encontrei o Planet Hollywood, já quando fui à Disneyland queria experimentar, mas como tinha as refeições pré-pagas optei por não ir. O Planet Hollywood é o maior franchise sobre estrelas de cinema. O espaço é mesmo brilhante repleto de artigos para qualquer fã do entretenimento. Acessórios utilizados em filmes como Star Wars, Power Rangers, Star Trek e Star Wars (e estes são apenas alguns exemplos). No espaço também podíamos ouvir boa música, e as casas de banho estavam decoradas com assinaturas de celebridades. O jantar até não foi muito caro, como estava à espera. Experimentei a hambúrguer da casa com um sumo do dia.

Roteiro Londres dia3

Como ainda tínhamos tempo antes do nosso compromisso às 19.30h, aproveitamos por ir a uma loja enorme cheia de artigos sobre Londres. Saímos de lá e fomos a caminho do Her Majesty Theatre, ver o musical O Fantasma da Ópera. O teatro não era grande mas cada segundo lá foi fantástico. Adorei todo o espectáculo que se mantém fiel ao que eu conhecia do filme. A magia do teatro existe mesmo e eu fiquei a conhecer isso. Os teatros musicais ganharam mais uma fã de musicais e quero ver mais. Esta história é linda, e consegue fazer rir, chorar, e até assusta, com uma música que consegue sempre criar mais emoção ao enredo.

her majesty teathre

Como ainda era cedo, por volta de 23horas, ainda tivemos tempo de visitar o M&M’S World, outra loja surpreendente. Como era a única que se mantinha aberta, exceto bares e restaurantes.

O roteiro continua no Dia 4.

Warner Bros Estúdios Harry Potter

Roteiro em Londres. Dia 3 conhecer os Estúdios Warner Bros onde filmaram os filmes de Harry Potter.

Como sabem, para quem segue o blogue eu sou mega fã de Harry Potter. Faço parte da geração Potterhead e posso dizer que fui muito feliz com isso. Como tal a paragem nos Estúdios de Harry Potter em Londres era obrigatória. Para quem não conhece, é lá nos Estúdios Warner Bros em Leavesden que estavam instalados os vários departamentos de produção e onde foram filmadas várias cenas  dos filmes.

Depois de uma enorme fila para entrar lá conseguimos a nossa oportunidade. À entrada em grupo somos encaminhados para uma sala de cinema onde o trio de atores Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint nos explicam um pouco da magia das filmagens de Harry Potter e dos seus 10 anos em gravações. Enquanto o ecrã levanta-se somos contemplados com a entrada para o Grande Salão.

Estudios Harry POtter-1

Aí começa a sério a nossa visita. O grande salão, o mesmo utilizado durante os filmes é mesmo majestoso, aí contemplamos as várias casas da escola: Gryffindor, Slytherin, Ravenclaw e Hufflepuff. Depois entramos novamente noutro gigante salão onde podemos encontrar reconstruções da sala de poções, a sala comum, dormitório dos rapazes, Floresta Negra, e vários artefactos do filme, assim como guarda-roupa e perucas utilizadas pelos atores. Enquanto assistimos ao museu, conhecemos também a história de toda a produção Harry Potter. Nesta zona também temos a experiência de andar de vassoura, com um pequeno vídeo que fazem em ecrã verde. Conhecemos também o expresso 9 e 3/4 onde podemos entrar e conhecer as suas carruagens.

Estudios Harry POtter- 2

A chegada ao exterior é mantida por um bar, onde podemos beber a famosa ButterBeer, ou Cerveja de Manteiga. Aproveitamos também para almoçar, que após grandes caminhadas é necessário repor energias. Obviamente tinha que provar. Aí conhecemos Privet Drive, o Autocarros dos Feiticeiros, a Mota do Hagrid e a ponte da escola de magia.

Estudios Harry Potter-3

De seguida entramos nos departamentos mais técnicos da produção e dos efeitos especiais, onde conhecemos como são criadas as personagens e acessórios mais incríveis. Seguimos para Diagonally e para a sala dos esboços onde conhecemos a famosa maquete do castelo. Depois saímos pela loja onde pudemos optar por 1001 coisas relacionadas com Harry Potter.

Esta é realmente uma viagem única para qualquer fã. O que achei que devia ser melhorado é o preço da cerveja que é um exagero, comparando com o sabor e receita. E ruas como Diagon Alley e cenas do filme como áreas do castelo deviam ser totalmente recriadas na sua totalidade para uma experiência melhor. Como já estive na Disney, sei bem do que são capazes e nos Estúdios Harry Potter deviam fazer o mesmo. O merchandising na loja também havia de ser mais diversificado a nível de recordações, existe é muitos brinquedos, produtos que para a minha idade não tem interesse.

Estudios Harry Potter-4

O melhor é que podemos andar à vontade em todas as salas e tirar fotografias a tudo. Não à pressas nem correrias. É um espaço familiar e muito bem aproveitado. A zona de piqueniques é uma excelente ideia  pois podemos levar comida de casa o que torna tudo muito mais prático. O espaço é muito didáctico e podemos aprender muito sobre como fizeram todos os filmes.

Querem acompanhar a minha aventura em Londres? Descobre o que eu fiz no Dia 1 e no Dia 2.

Londres Dia 2

Roteiro e Sugestões do 2º Dia de Viagem em Londres

No segundo dia já tínhamos um objectivo visitar a cidade e os seus monumentos mais emblemáticos. Logo pela manhã fomos a pé, do hotel até ao Museu Madame Tussauds (20 min.) como compramos os bilhetes online, fomos poupados da enorme fila que já se encontrava na entrada. Juntamente com um grupo subimos o elevador e já estávamos na carpete vermelha juntamente com as estrelas de Hollywood. Foi a altura de tirar a câmara do bolso e upa, upa começar com fotos, fotos e mais fotos. Tirei fotos com todas as figuras de cera que lá estavam. Passamos pela zona da moda, do desporto, personagens ficcionais, história, Sherlock Holmes, líderes políticos, heróis da Marvel e por último Star Wars. Madame Tussauds é mesmo um museu que vale a pena visitar, bastante divertido e podemos estar por lá à vontade.

Madame Tussauds-Beautifuldreams
No Madame Tussaud’s

Depois do museu, fomos até Baker Street, ao número 221B, conhecido por todos como a casa de Sherlock Holmes. Tem lá um museu, mas não fui, a entrada não era em conta. Assim gastamos uma manhã e fomos almoçar. O Pret a Manger está para Londres como o McDonald’s está para Portugal. Uma variedade completa de sandes, sopas, bebidas quentes e pastelaria. Almoçamos uma sande e salada rápida e continuamos a nossa visita.

Tower Bridge-Beautifuldreams
Tower Bridge

Apanhamos o autocarro Hop-On Hop-Off, daqueles autocarros que nos deixa nos locais de interesse e fomos até ao centro de Londres. Depois de passarmos o palácio de Buckingham, Coca-Cola London Eye, Big  Ben, House of Parliament, Westminster, fizemos a nossa primeira paragem em St Paul Cathedralm, igreja onde casou a Princesa Diana. Lanchamos nesse local e fomos a pé até à Tower of London, passando a Tower Bridge. Nesse local apanhamos o barco (estava incluído com o bilhete de autocarro) e conhecemos a história de Londres pelo rio Tamisa. Saímos em Westminster e aí conhecemos todos esses monumentos que rodeiam o espaço. Não entramos, porque o preço não é muito acessível. Para o jantar fomos a um restaurante grego. A cozinha mediterrânea apresenta um sabor mesmo divinal, optei pela escolha de frango grelhado com arroz de legumes e molho de iogurte.

Brevemente explico o roteiro do Dia 3.

Viagem a Londres – Dia 1

Roteiro e Sugestões do 1º Dia de Viagem em Londres

Londres era a minha segunda cidade de sonho, depois de Paris. Como já cumpri a vontade de ir à cidade da luz em 2015, este ano aquando a escolha das férias, Londres foi a nossa opção. Sherlock Holmes, Harry Potter, Senhor dos Anéis, o berço de grandes histórias que me fascinaram. Percorri a cidade durante 5 dias, e mesmo assim não consegui visitar tudo. A enormidade do local é fascinante, assim como a quantidade de pessoas de andam por lá.

O primeiro dia metade foi gasto em viagens e transportes. Do aeroporto Heathrow a Victoria Station, onde andei de comboio (um conselho: são mesmo muito caros) e até ao hotel, optamos pelo uso de autocarro (sim, aqueles vermelhos de dois andares). Chegamos ao hotel já passava da hora do almoço, então deixamos as malas no quarto e partimos à aventura. Encontramos um restaurante italiano e paramos por ali. A minha massa à bolonhesa foi necessária para recarregar as baterias. Como estávamos num país novo, surgiu-nos algumas dúvidas. Pagamos gorjeta ou não? Será que se utiliza por aqui? A verdade que nãos são bem certos sobre o assunto, existem restaurantes que respeitam essa política, outros não. O italiano pelos vistos não, mas mesmo assim, cedemos à gorjeta de 10% sobre o valor do almoço.

Londres Dia 1_BeautifulDreams
Estátua da Rainha Vitória e no fundo o Palácio de Kensington

A seguir esperava-nos um dia de muita caminhada. Atravessamos o Hyde Park, o vasto jardim, mesmo no coração de Londres, e fomos até ao Museu Nacional de História Natural que é imensamente gigante. Contudo é bastante divertido e melhor ainda é gratuito. Conhecemos um pouco sobre a vida do homem, a vida animal, a astronomia, dinossauros e geologia. Ainda íamos ao Museu de Ciência que é mesmo ao lado, mas estava fechado. Um problema lá: os museus fecham todos por volta das 17 horas. Por um lado até foi bom, já não sentia as pernas de tanto andar. Como já estava estava na hora aproveitamos e fomos jantar. Pizza Hut foi a escolha. Pedimos uma sopa, e acreditem não é nada como as nossas, e uma pizza. Por erro enganaram-se no pedido e trouxeram uma super-picante. O que melhorou a situação foi as saladas self-service que propõe onde podemos escolher o que quisermos, quantas vezes quisermos. Aproveitei também para experimentar as várias Pepsi de sabores que lá tem: Pepsi de Cereja, Baunilha, Lima e Morango. São boas, mas na minha opinião muito doces. Este foi o primeiro dia, a seguir conto o segundo dia.

Londres Dia 1 - BeautifulDreams
Museu de História Nacional – Reconstrução óssea de um dinossauro

Ainda sobre 2015

2015 foi um ano bom.

2015 foi um ano bom.

  • Vivi ao máximo
  • Ri quanto pude
  • Vi 66 filmes (segundo as minhas anotações)
  • Passeei muito
  • Fui 4 vezes ao cinema
  • Finalmente comecei a jogar Dungeons & Dragons
  • Realizei a minha viagem de sonho a Paris e à Disneyland
  • Experimentei sushi e adorei, experimentei mais vezes
  • Andei numa montanha russa (nunca na vida tinha feito)
  • Consegui 15 000 visitas no meu blogue
  • Fui nomeada pelo TNC para Melhor Blogue Individual
  • A minha festa de anos foi sobre o tema Harry Potter (com bolo a preceito) e juntei todos os meus amigos
  • Fui convidada pelo Portal dos Programas a fazer parte da sua fantástica equipa.
  • Faço parte dos “Viciados em Séries” do Repórter Sombra (já agora devem visitar este interessante site de opinião)
  • Já consegui chegar a metade de “One Piece”
  • Tirei uma foto ao lado da Mona Lisa
  • Fui ao meu primeiro Festival de música, ver os The Script ao vivo.
  • Mudei o endereço do blogue para o wordpress
  • Realizei três cosplays este ano: Supergirl, Nico Robin e Sam de Supernatural
  • Visitei três fantásticos eventos de comics: Central Comics, Iberanime e Comic Con
  • Participei no grupo de cosplay no Iberanime
  • Comecei as ver as séries Angel, Revenge, Fargo e Daredevil.
  • Criei conta no Instagram.

2015 foi um ano fantástico, que 2016 seja tão ou mais espectacular.

the-great-gatsby