Séries

Diários do Vampiro

Vampire Diaries-2

Quando os Vampiros estavam na moda

Depois de “Twilight” a febre vampiresa também chegou à televisão. Mantinha-se os seres sobrenaturais, o trio amoroso e o estatuto adolescente das personagens. “The Vampire Diares” manteve-se firme durante 8 anos e o mesmo número de temporadas. Baseada nos livros de L.J. Smith com o mesmo nome, a série teve um rumo totalmente diferente da obra literária. No epicentro da história temos Elena Gilbert (Nina Dobrev) uma jovem que recentemente ficou orfã de pais. Nas suas visitas diárias ao cemitério conhece Stefan Salvatore, um misterioso rapaz que acabou de chegar à sua casa de família. Claro que o plot torna-se mais denso e novas personagens aparecem. Damon Salvatore irmão de Stefan surge logo no primeiro episódio e previsível apaixona-se por Elena. Bonnie Bennet é uma recém-bruxa e melhor amiga da protagonista, o mesmo é, Caroline Forbes, uma rapariga ocupada em ser perfeita. Este é o elenco principal mas a história dá muitas voltas, além disso o foco no tema sobrenatural é muitas vezes exposto e tudo pode acontecer.

O último episódio saiu há umas semanas. Não posso dizer que gostei. Houve falhas, foi demasiadamente apressado e zero emotivo. Podiam fazer bem melhor, afinal esta série já nos proporcionou bons momentos inesquecíveis. No entanto conseguiu recuperar algumas das principais personagens desaparecidas da história. Na minha opinião “Os Diários do Vampiro” começou a perder o interesse na quarta temporada. Talvez com a saída dos vampiros originais, que conseguiu um spin-off, com o nome “Originals” que tenciono começar a ver brevemente.

Vampire Diaries-1

O fluxo da história é até interessante e conseguiu agarrar o espectador à cadeira durante as primeiras temporadas, com os finais de episódios surpreendentes.A energia vivida pelo elenco é também notória durante estes anos. Os romances tornam-se mais intensos, as amizades mais profundas e novos inimigos estão sempre a chegar. Além de um argumento bem construído e linear, apresentando fortes momentos dramáticos, somos contemplados por também vários momentos divertidos. Sobressaindo a qualidade da série. Ação também não falta e efeitos visuais a adensam a o fundo da história. “Vampire Diaries” terminou em boa hora, pois já se notava o desgaste no plot. Ficam as boas memórias de uma série intensa, cheia de reviravoltas, mas que consegue consiliar bem o romance-drama e sobrenatural.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s