Crítica

Crítica: Se eu ficar

tumblr_n7uu8ntGEa1txydcmo1_1280

Se eu ficar ou em título original If I stay é um filme de 2014, realizado por R.J. Cutler, com as participações de Aliyah O’Brien Chloë Grace Moretz, Jamie Blackley, Lauren Lee Smith,  Liana Liberato, Mireille Enos. Sinopse: Mia Hall pensou que a decisão mais difícil que teria de tomar na sua vida era ter que escolher entre perseguir os seus sonhos musicais, tentando entrar na escola de música de Juilliard, ou mudar de rumo para estar com o amor da sua vida, Adam. Mas o que era suposto ser uma tranquila viagem em família, num instante se torna numa tragédia e a vida de Mia fica presa por um fio. Agora que se vê entre a vida e a morte, Mia tem de tomar uma decisão que irá definir não só o seu futuro, como também o seu destino e o daqueles que a rodeiam. (Fonte: SapoCinema)

8.20_film-review_If-I-Stay_photo-by-Doane-Gregory_courtesy-Warner-Bros-Pictures

Baseado num best-seller, If I stay acompanha a história de Mia (Chloe Grace Moretz) e de fragmentos baseados em memórias da sua vida, o que a levou a chegar à situação como se encontra atualmente: em coma. Este filme é mais do que uma história de amor, ou sobre uma típica rapariga, na verdade tem outra mensagem. Se eu ficar é o retrato de como meros e simples momentos da nossa vida, fazem toda a diferença, e até nem lhes damos demasiada importância, mas eles são importantes e todos eles merecem ser vividos. O que acontece se eu continuar a viver? como interfere na vida dos outros? As minhas opiniões/decisões/ações influenciam outras opiniões/decisões/ações? Claro que não devemos pensar demasiado nestas questões, senão ficamos miseráveis, mas a verdade é que estamos todos ligados. Porque razão é que ficamos?

if-i-stay-ftr

Chloe Grace Moretz cada vez me surpreende mais, não neste filme em particular, não é das suas melhores prestações, mas a miúda tem potencial e gostei de a ver como protagonista. Não sei porque sempre gostei destas histórias de cariz romântico com uma pitada de dramático, por isso decidi ver o filme. Devemos aproveitar todos os momentos da nossa vida e não desperdiça-los com situações fúteis e desnecessárias. Achei que podia ter sido melhor, no entanto gostei da ideia dos flashbacks em que mostra por parcelas a vida de Mia. Porém este não é um filme memorável, tem uma história simples, mas humana e o final foi muito repentino, mas isso é melhor verem por vocês. O Blogue atribui 3,5 estrelas em 5. golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

1 thought on “Crítica: Se eu ficar”

  1. Se Eu Ficar: 5*

    É um filme poderoso, cheio de amor e também de dor.
    O filme não é 100% fiel ao livro, contudo o argumento consegue ser bastante leal ao filme e isso é sem dúvida uma mais-valia.
    Apenas não gostei de uma coisa na adaptação cinematográfica de “Se Eu Ficar”, a mudança no nome da banda de Adam de Shooting Star para Willamette Stone.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.

    Liked by 2 people

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s