Animação, Quem não se lembra?

Heidi


Heidi é uma animação criada em 1974, por  Isao Takahata e Hayao Miyazaki, baseado no livro da escritora Johanna Spyri. Em Portugal este anime foi transmitido em 1976 pela primeira vez, mas repetiu-se durante vários anos. Ainda é reconhecido pela geração mais adulta como um dos melhores desenhos animados da época e que ainda hoje é relembrado. A história baseia-se na jovem menina de 5 anos, chamada de Heidi, que é levada pela sua tia Dete para casa avô rabugento da menina que vive isolado no cimo das montanhas. Após o falecimento dos pais da Heidi, Dete tornou-se responsável pela criança, mas devido à falta de possibilidades económicas para criar a menina leva-a ao avô. Heidi é uma menina alegre, bem-disposta e simpática, diz o que pensa e gosta sempre de ajudar os outros, e é assim que consegue mudar o coração duro do avô, que logo se afeiçoa à menina. Nas montanhas dos alpes suiços, Heidi conhece Pedro, o jovem pastor de cabras e logo tornam-se amigos. Contudo após 1 ano Heidi estar com o avô a tia Dete volta com o propósito de levar a sobrinha para a cidade de Frankfurt, para esta ter a educação e apoio que merece. Contra a ideia do avô e do Pedro, Heidi vai para a grande cidade. É na casa da Família Sessmean que Heidi conhece Clara, uma menina mais velha do que ela que é muito doente e não pode andar. Heidi tem um bom coração que faz mudar a vida das pessoas e é isso que esta animação pretende demonstrar, como uma simples menina pode ser feliz e deixar feliz as pessoas em seu redor.

Ainda hoje em dia, passados já muitos anos, Heidi traz muitos turistas curiosos aos Alpes suiços, onde também a sua imagem é utilizada para turismo. Durante 52 episódios acompanhamos as aventuras da pequena, que por vezes não percebe o mundo dos grandes, mas que faz da vida o melhor que pode. Além do anime, Heidi também foi retratada no filme de 1977, com o mesmo nome e interpretado pela jovem atriz Shirley Temple, muito conhecida na época. Outros filmes, desenhos animados e curtas metragens foram realizados, mas não de tanto sucesso, até a Disney tentou a sua sorte. Aconselho a visualização desta animação pois pela sua sensibilidade e inocência faz-nos reviver os tempos de criança, em que nós também vivíamos assim felizes, sem grandes preocupações.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s