Crítica

Crítica: Red 2 Ainda mais perigosos


Red 2 é um filme de 2013, realizado por Dean Parisot e protagonizado por: Bruce Willis, John Malkovich, Mary-Louise Parker, Helen Mirren, Anthony Hopkins, Catherine Zeta-Jones, David Thewlis, Brian Cox, entre outros. Sinopse: O reformado agente da CIA Frank Moses reúne a sua equipa de improváveis agentes de elite para a missão de descobrir um dispositivo letal de última geração desaparecido, que pode alterar o equilíbrio do poder mundial. Para tal, eles precisam de sobreviver a um exército de assassinos implacáveis, terroristas impiedosos e funcionários do governo obcecados com o poder, todos ansiosos por meter as mãos nesta arma tecnológica super avançada. A missão leva Frank e o seu bizarro grupo a Paris, Londres e Moscovo. Com menos armas e menos homens, eles contam apenas com a sua astúcia, as suas técnicas “old-school”, e uns com os outros, para salvar o mundo e sobreviver a esta missão. (Fonte: Cinemagate)

Neste filme de aventura, ação, suspense e comédia não faltam, pois devido ao sucesso do primeiro filme, voltaram com um segundo e na minha opinião ainda melhor. Bruce Wills, Helen Miren e John Malkovich provam que os velhos são os trapos e que ainda aí estão para as curvas e que podem fornecer ao telespectador cenas de muita comédia com explosões e acrobacias à mistura. Além disso desta vez o elenco está mais recheado, com a participação da atriz Catherine Zeta-Jones, que vai fazer ciúmes à personagem de Mary Louise Parker, pois Zeta-Jones era nada mais nada menos do que um antigo amor de Bruce Willis. Também temos presente neste filme uma surpresa, o ator Anthony Hopkings, que dá a vida a um génio.

Neste filme os protagonistas podem ser reformas, mas provam que ainda são ativos. Na minha opinião uns dos aspectos negativos do filme é a facilidade de algumas situações em que tudo acontece de maneira conveniente para a história. No entanto a personagem de Anthony Hopkins surpreendeu. E o final esperava-se mais dramático e inesperado. Tal não aconteceu, contudo não foi tudo mal. Uma da mais bem valia neste filme é o elenco recheado e bem composto, que fazem parte de uma história bastante original. Em suma o primeiro filme torna-se mais motivador, devido ao seu argumento mais surpreendente, mas este filme não fica atrás. O Blog atribui 3,5 estrelas em 5.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s