Crítica

Crítica: Oz o Grande e Poderoso (2013)

Oz: The Great and Powerful é um filme de 2013 realizado por Sam Raimi, com as participações de James Franco, Michelle Williams, Mila Kunis e Rachel Weisz.Quando Oscar Diggs (James Franco), um medíocre mágico de circo de ética questionável, é levado do empoeirado Kansas para a Terra de Oz, fica convencido que ganhou a lotaria e que está a um passo da fama e da fortuna. Isto, até conhecer as três bruxas, Theodora (Mila Kunis), Evanora (Rachel Weisz) e Glinda (Michelle Williams), que não estão assim tão convencidas de que ele é realmente o grande feiticeiro por quem todos esperavam. Arrastado com relutância para os problemas épicos relacionados com a terra de Oz e os seus habitantes, Oscar terá agora que distinguir o bem do mal antes que seja tarde demais. Recorrendo às suas artes mágicas através da ilusão, perspicácia – e ainda um pouco de feitiçaria – Oscar transforma-se não apenas no Grande Feiticeiro de Oz mas também num homem melhor.

Quem não conhece o original filme O Feiticeiro de Oz, o clássico filme de 1939, com Judy Garland no principal papel? Ainda hoje é considerado como um dos melhores filmes para ver. Com muita dificuldade se chega aos pés do filme Feiticeiro de Oz, mas Sam Raimi decidiu tentar, através de uma versão antecedente aos eventos do primeiro filme, que também foi inspirado nos clássicos literários. Este filme de fantasia recria de uma forma moderna, o que outrora mudou gerações. Oz: The Great and Powerful” dá-nos a conhecer a primeira parte da história de vida do Feiticeiro de Oz que, antes de se tornar no bondoso governante de uma imaginária terra mágica cheia de personalidades caricatas, tentava singrar no competitivo mundo real, algo que sempre se revelou difícil devido à sua personalidade egocêntrica e “mulherenga” que nos é apresentada durante a bela e retro introdução do  filme.

É engraçado para quem já viu O Feiticeiro de Oz, ver esta pre-sequela, uma história antes da história. E compreendermos melhor a misteriosa personagem Oz, que pouco é retratada e explicada. Os aspectos positivos do filme não deixa de ser o magníficos efeitos especiais que nos deixam perplexos quanto ás paisagens do Mundo mágico de Oz. O elenco é de peso: James Franco, Michelle Williams, Mila Kunis e Rachel Weiz, que apesar de não haver demasiado tempo de antena para cada um dos fantásticos não deixam de ter um bom desempenho, no entanto um pouco por vezes ofuscado. Portanto este é um filme para os mais novos levarem os pais ao cinema, ou até o contrário sendo que os pais já conhecem a história do Feiticeiro de Oz. O Blog atribui 3 estrelas em 5.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s